O que são vícios comportamentais?

Quando a maioria das pessoas pensa em vícios, a sua mente vai automaticamente para o abuso de álcool ou drogas, mas também existem outros tipos de vícios. Os vícios comportamentais, também chamados de vícios de processo, incluem o envolvimento em hábitos prejudiciais, apesar das consequências.
Pode achar o comportamento temporariamente recompensador – um golpe barato de felicidade – mas pode ficar cheio de vergonha e arrependimento mais tarde devido às repercussões dessas ações.
Assim como os transtornos por uso de substâncias (TUS), os vícios comportamentais podem arruinar vidas e devastar famílias, e precisam ser levados a sério.

Quem tem vícios comportamentais?

Qualquer pessoa pode ter um vício comportamental. Muitos hábitos e atividades quotidianas que as pessoas realizam regularmente podem se tornar obsessões ou obrigações. Alguns dos vícios comportamentais mais comuns listados abaixo. (Por favor, veja abaixo mais informações sobre esses vícios comportamentais comuns.)

  • Casino
  • Compras
  • Comida
  • Sexo e pornografia
  • Jogos
  • Exercício
  • Trabalhar
  • Internet/Redes sociais
  • Auto-mutilação

Quais são os principais sintomas?

Há muitos sinais que indicam que uma atividade favorita foi longe demais, incluindo:

  • Problemas psicológicos, como sentir-se culpado por não conseguir parar o comportamento.
  • Problemas físicos devido ao comportamento, como tornar-se obeso por comer demais, sofrer lesões por excesso de exercícios ou ter problemas de sono por muito jogo.
  • Disfunção familiar devido ao seu hábito de atrapalhar as responsabilidades e o tempo que poderia ser gasto com os ente queridos.
  • Problemas de relacionamento por causa de casos ou obsessão por pornografia.
  • Problemas financeiros relacionados a gastos excessivos ou jogos de azar na sua casa ou economias.
  • Problemas legais devido a comportamentos repetidos, como pagar por sexo com prostitutas ou não pagar dívidas.

O que causa vícios comportamentais?

Embora não haja uma causa única para os vícios comportamentais, os especialistas identificaram vários fatores contribuintes. Estes incluem uma predisposição genética para comportamentos de dependência, mudanças na estrutura e função do cérebro, trauma emocional e stress agudo.

 

Muitas pessoas com vícios comportamentais também têm condições coexistentes, como:

  • Ansiedade
  • Depressão
  • TDA/TDAH
  • Transtorno bipolar
  • Problemas de relacionamento
  • Transtorno obsessivo-compulsivo
  • Traumatismo Cranioencefálico (TCE)
  • Abuso de substâncias

 

Porquê escolher a Clínica Lugar Seguro para tratar os seus vícios comportamentais?

Identificamos 6 tipos de padrões cerebrais associados a vícios comportamentais.
Quando se trata de tratamento, um plano não serve para todos! O que funciona para uma pessoa com um vício comportamental pode não funcionar para outra – ou pode até piorar os seus sintomas!
Com base no seu tipo de dependência, podemos criar um plano de tratamento personalizado usando as terapias e estratégias menos tóxicas e mais eficazes para otimizar seu cérebro e ajudá-lo a recuperar o controle de sua vida.
Na Clínica Lugar Seguro, além da avaliação do cérebro, todos os terapeutas têm formação em psicologia e somos Lideres Mundiais de Hipnose reconhecidos internacionalmente, para poder utilizar estas técnicas fantásticas e o ajudar a ultrapassar esta condição de forma mais célere e definitiva.

Cérebros viciados funcionam de forma diferente

A disfunção cerebral é a razão número 1 pela qual as pessoas são vítimas do vício. O seu cérebro desempenha um papel central na sua vulnerabilidade ao vício e na sua capacidade de se recuperar e evitar comportamentos prejudiciais.
Os vícios comportamentais envolvem várias áreas do cérebro, como o córtex pré-frontal (PFC), giro cingulado anterior (ACG), núcleo accumbens, amígdala e hipocampo.

Imagem Saudável do Cérebro
Imagem do cérebro viciado

SPECT (tomografia computadorizada por emissão de fóton único) é um estudo de medicina nuclear que avalia o fluxo sanguíneo e a atividade no cérebro. Basicamente, ele mostra três coisas: atividade saudável, pouca atividade ou muita atividade.
A imagem SPECT do cérebro de superfície saudável à esquerda mostra atividade completa, uniforme e simétrica.
A imagema do cérebro à direita de uma pessoa com vício em sexo, trauma cerebral, TDAH e abuso de cocaína mostra menor atividade geral, inclusive no PFC. A baixa atividade no CPF está associada ao comportamento impulsivo.

Quer saber mais? Fale connosco

geral@lugarseguro.pt

223 267 608 / 915 100 103

6 Tipos de Vícios Comportamentais

O vício comportamental não é uma condição única ou simples. Existem vários tipos, e cada tipo requer o seu próprio plano de tratamento direcionado. Dar a todos com um vício comportamental o mesmo tratamento nunca funcionará. Pode aprender sobre os 6 tipos de viciados comportamentais na seção abaixo.

Pessoas com este tipo de cérebro têm problemas para desviar a atenção e tendem a ficar presas em pensamentos obsessivos de jogos de azar, pornografia na internet, comida ou algum outro comportamento.
Independentemente do que essas pessoas são viciadas, o padrão de pensamento e o mecanismo básico são os mesmos. Eles tendem a ficar presos a um curso de ação e têm dificuldade em ver as opções.
A imagem de SPECT cerebral mais comum neste tipo de cérebro é o aumento da atividade do giro cingulado anterior, que é mais comumente causado por baixos níveis de serotonina no cérebro.

Pessoas com este tipo de cérebro têm problemas com o controle de impulsos, embora possam começar cada dia com a intenção de evitar os seus comportamentos viciantes.
A imagem de SPECT mais comum para este tipo de cérebro é a baixa atividade no córtex pré-frontal (CPF), provavelmente devido aos baixos níveis de dopamina.
O CPF atua como supervisor do cérebro e está envolvido no controle de impulsos, julgamento, planeamento, acompanhamento, tomada de decisão e atenção. Quando o CPF está pouco ativo, as pessoas podem facilmente distrair-se, ficar entediadas, desatentas e impulsivas.
Este tipo de cérebro é frequentemente visto em conjunto com TDA/TDAH e é mais comum nos homens.

Pessoas com este tipo de cérebro têm uma combinação de características impulsivas e compulsivas.
As imagens de SPECT do cérebro tendem a mostrar baixa atividade no córtex pré-frontal (associada à impulsividade, provavelmente devido aos baixos níveis de dopamina) e muita atividade no giro cingulado anterior (associada à compulsividade e baixos níveis de serotonina).
Este padrão é comum nos filhos e netos de alcoólatras.

As pessoas com este tipo de cérebro geralmente envolvem-se em comportamentos ou usam alimentos para medicar sentimentos subjacentes de depressão, tédio ou solidão.
Este tipo é mais comumente visto em mulheres. As imagens típicas de SPECT associados a este tipo de cérebro são atividade aumentada no sistema límbico profundo e baixa atividade no córtex pré-frontal.

Pessoas com este tipo de cérebro tendem a envolver-se em comportamentos ou usar alimentos para medicar sentimentos subjacentes de ansiedade, tensão, nervosismo e medo.
Mais comumente visto em mulheres, este tipo de cérebro tende a sofrer sintomas físicos de ansiedade, como tensão muscular, dores de cabeça, dores de estômago e palpitações cardíacas. Pessoas com este tipo tendem a prever o pior e podem ser excessivamente tímidas ou facilmente assustadas.
A imagem de SPECT que se correlaciona com este tipo de cérebro é muita atividade nos gânglios da base, provavelmente devido aos baixos níveis de GABA.

Pessoas com este tipo de cérebro tendem a ter problemas de temperamento, mudanças de humor, aprendizado e memória.
A atividade anormal nos lobos temporais é comumente devido a lesões anteriores na cabeça, infeções, falta de oxigénio, exposição a toxinas ambientais (como mofo tóxico) ou pode ser hereditária.
As imagens de SPECT geralmente mostram atividade diminuída nos lobos temporais, embora às vezes haja atividade aumentada.

Vícios Comportamentais Comuns

Muitos hábitos e atividades quotidianas que as pessoas realizam regularmente podem se tornar obsessões ou obrigações. Alguns dos vícios comportamentais mais comuns incluem:

Jogos de azar

Aproximadamente 2% dos Portugueses têm problemas com jogos de azar

Compras

Estima-se que 6% das mulheres e 5,5% dos homens lutam com gastos excessivos

Comida

Não está claro exatamente quantas pessoas sofrem de vícios alimentares, mas mais de um terço dos adultos e 18,5% das crianças e adolescentes são obesos

Sexo e pornografia

Estima-se que 3-6% se envolvam em comportamento sexual compulsivo e, embora não haja estatísticas definitivas sobre o vício em pornografia, um número crescente de homens está procurando ajuda para a condição

Jogos

Um estudo de 2016 com 3.389 jogadores de videogame descobriu que 1,4% deles eram viciados em jogos e 7,3% eram considerados jogadores problemáticos

Exercício

Entre as pessoas que frequentam o ginásio, estima-se que cerca de 3% sejam viciados em exercícios. Entre maratonistas e triatletas, a taxa de vício em exercícios salta para 50% e 52%, respetivamente

Trabalho

Em Portugal 10% são viciados em trabalho, ou trabalhadores compulsivos. Esse comportamento impede-os de participar de outras atividades (como estar com a família)

Internet/redes sociais

Estima-se que cerca de 12% dos utilizadores de redes sociais tenham um vício

Automutilação

Aproximadamente 20% de relatos de automutilação são feitos a cada ano em Portugal. É mais comum em mulheres, com cerca de 1 em cada 5 mulheres envolvendo-se no comportamento em comparação com 1 em cada 7 homens

Venha conhecer-nos! Podemos ajudá-lo a reencontrar o equilíbrio que deseja!

Esperamos por Si…com o Sorriso de Sempre!